Governo lanca pacote de 40 bi para socorrer pequenas e medias empresas



27/03/2020


Governo Federal apresentou outra medida para diminuir os reflexos da pandemia do novo coronavírus. Anunciado pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto e pelo Presidente Jair Bolsonaro, um novo programa contém crédito emergencial para financiar as folhas de pagamento de pequenas e médias empresas, que têm faturamento entre 360 mil e 10 milhões reais por ao ano, por dois meses. No projeto, também há o limite de pagamento para cada funcionário: dois salários mínimos. Visando agilidade, a linha de crédito deve estar disponível em até 15 dias.

Segundo o informado pelo presidente do Banco Central, o programa vai disponibilizar no máximo 20 bilhões de reais mensalmente, logo 40 bilhões de reais em dois meses. A quantia será paga diretamente na conta do trabalhador, evitando que empresas tenham acesso direto ao dinheiro como forma de evitar desvios. Campos Neto ainda ressaltou que a companhia que aderir ao programa não poderá demitir os funcionários nos próximos dois meses, pois ela não terá arcará com os custos íntegros do colaborador.

A medida tende a beneficiar 1,4 milhão de pequenas e médias empresas em todo o Brasil. De acordo com Governo, a companhia terá seis meses de carência e 36 meses para pagar o empréstimo, e os juros aplicados serão o da Selic atual, de 3,75% ao ano (valor abaixo da média).

Toda a operação do programa será realizada em conjunto entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e bancos privados. Presidente do BNDES, Gustavo Montezano disse que o montante ofertado de 40 bilhões, 75% virão do Tesouro Nacional e outros 15% de bancos privados. E num suposto calote das empresas, o maior prejudicado será o Tesouro Nacional, ao invés dos bancos privados.




Projeto de Lei reduz aliquotas de Simples Nacional
Saiba como alterar o ramo de atividade da sua empresa
Parcelamento do FGTS: Confira novas orientacoes para contas bloqueadas
Por que a experiencia do cliente deve ser o foco do seu negócio
Pequenas empresas terao desconto nos debitos com o Fisco


Mídia Marketing - 2012
Setor de Programação